Escola de Samba

Estrela do Terceiro Milênio

     A escola surgiu do desejo de um grupo de amigos em trazer a cultura do samba e do carnaval para o extremo sul da cidade de São Paulo. Em  Maio de 1998 o  primeiro presidente da Estrela do Terceiro Milênio Silvio Azevedo recebe das mãos de Eduardo Basílio então Presidente da agremiação Rosas de Ouro o primeiro pavilhão oficial  nas cores azul, verde, vermelho e branco. Firmando neste momento Rosas de Ouro como Madrinha da agremiação. 











    O Nome da  Estrela do Terceiro Milênio foi alusivo  à virada do milênio ao final dos anos 2000. Os primeiros encontros da agremiação foram realizados na casa de shows Corujão que mais tarde se tornaria o local dos primeiros ensaios de bateria, inspirando assim a coruja como símbolo da agremiação.
    Em 2001 a casa de shows foi vendida e a escola recebe um novo endereço: o CDM Tancredo Neves onde realiza suas atividades culturais, ensaios de canto e de bateria até a atualidade. 
    Em 2002 a Estrela do Terceiro Milênio apresentou-se oficialmente no carnaval de são Paulo e sob o comando artístico de Claudio Ramos leva para a avenida o enredo: “Acredite se quiser!” nas vozes de Marcão CA, Marquinhos e Edson Moura










Em 2004 conquista o direito à acender ao grupo 3 da União das Escolas de samba de São Paulo, obtendo a 4ª colocação no grupo com o enredo “Boa Noite.com”.
    Em 2009 desfila pela primeira vez na passarela do Samba e leva para as arquibancadas do Anhembi, na voz do interprete Wagnão, o enredo “1,2,3 Abrakadabra... Além da Mágica.” inspirado no espetáculo “Muito Além da Mágica” do renomado mágico Célio Amino.
    Em 2011 conquista o grupo de acesso na Liga das Escolas de samba de São Paulo com o enredo “Protocolo de Kioto” sob o comando do carnavalesco Eduardo Felix.
    Ao longo dos anos a escola trouxe em seus enredos a história de sua região e de seus símbolos e em 2018 leva para a avenida, pelas mãos do carnavalesco Murilo Lobo o significado da coruja em diversos países e civilizações com o enredo “Na força da coruja deixe a lenda te guiar”.
    Em 2019 sagra-se campeã do Grupo de AcessoII  da Liga das Escolas de Samba com o enredo "Coragem"  e conquista grande evolução com suas equipes de trabalho e, com  comunidade presente traz uma bela homenagem aos trabalhadores e artistas de Parintins no carnaval 2020 com o enredo "No Coração da Amazônia Nascem  Estrelas  que Brilham No Meu Carnaval"












 


    A agremiação localizada no distrito do Grajaú tem uma comunidade forte e essencialmente jovem; a bateria é dirigida por jovens músicos formados  em projetos sociais da região e é composta por 150 ritmistas  formados na própria agremiação. A escola aposta na força da juventude e traz como guardiões de seus pavilhões jovens casais de M.S.P.B. (mestre-sala e porta-bandeira) formados na própria comunidade. Atualmente a escola mantém a ala das baianas com 80 mulheres, jovens e senhoras da terceira idade e busca enriquecer  com projetos sociais o trabalho com crianças e adolescentes.
    Ao longo dos anos a escola percorreu vários caminhos em busca de um ateliê de fantasias, que eram produzidas nas casas dos próprios chefes de alas e de um barracão de alegorias, as quais foram produzidas por vários anos às margens da represa Guarapiranga na Avenida Atlântica e hoje  estabelecido, após muitas lutas e conquistas, junto à Fabrica do Samba II. Desde  sua fundação a agremiação recicla materiais diversos para compor as fantasias e alegorias que ilustram seus carnavais além de reutilizar quase que em sua totalidade as fantasias oferecidas aos seus foliões num trabalho conjunto com a comunidade de  guardar e preservar todo seu patrimônio

Junte-se a nossa lista de emails e não perca nossas novidades!

  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon

© 2019 Estrela do Terceiro Milênio